Sábado 07 de Dezembro, 2019
« Dezembro de 2019 »
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4

EdukEmpreende

No âmbito da rede regional de apoio ao Empreendedorismo do Alto Minho que, entre outros parceiros, agrega a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM-Alto Minho) e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), insere-se o eixo da Educação para o Empreendedorismo, que visa a disseminação da cultura empreendedora junto de escolas de vários níveis de ensino do Alto Minho, desde o pré-escolar ao ensino superior.

Numa parceria estratégica, estabelecida entre o IPVC, com a sua Escola Superior de Educação (ESE-IPVC), a CIM-Alto Minho e a Associação Coração Delta, através do Centro Educativo Alice Nabeiro (CEAN), sonharam desenvolver capacidades empreendedoras das crianças do Alto Minho e desenharam o projeto Empreendedorismo para crianças dos 3 aos 12 anos.


Objetivos do projeto

 

A finalidade do projeto é fomentar a apropriação social do espírito e cultura empreendedora na educação pré-escolar e no 1º e 2º ciclos do Ensino Básico, através da criação de ambientes de aprendizagem motivadores, gratificantes e exigentes que promovam o espírito de iniciativa, a capacidade de gerar e aplicar ideias e uma maior criatividade e autoconfiança, reforçando estes elementos em todos os currículos e áreas de estudo.

 

No projeto o empreendedorismo – tomado na sua aceção ampla de “capacidade de transformar ideias em ações” – é considerado predominantemente numa perspetiva de empreendedorismo social, e não económico, estando intimamente relacionado com a promoção da cidadania ativa e participativa, podendo ter impactos positivos em todas as áreas de vida das pessoas.

 

Para alcançar a finalidade do projeto foram estabelecidos objetivos a diferentes níveis:

* Ao nível das crianças:

favorecer o desenvolvimento de competências, conhecimentos e atitudes necessárias para conseguirem realizar os objetivos que estabelecerem para si próprias, ou seja, para serem capazes de “transformar ideias em ações”;

envolver todas as crianças, as escolas e os professores são os parceiros a privilegiar no projeto.

*Ao nível da formação de professores (inicial e continua)

sensibilizar para a inclusão das competências empreendedoras no perfil de competências dos alunos;

 

promover atitudes e competências empreendedoras nos próprios professores ou futuros professores;

 

desenvolver o seu conhecimento sobre educação empreendedor

 

apoiar o desenvolvimento de competências pedagógicas para a criação de ambientes promotores de empreendedorismo, integrando esta área nos currículos.

 

*Ao nível das escolas

 

criar uma rede de escolas empreendedoras no Alto Minho, cujo crescimento se baseia num modelo de desenvolvimento profissional em contexto, que valoriza o trabalho colaborativo entre pares e a partilha de experiências;

 

envolver a liderança das escolas neste desafio.

 

*Ao nível da produção de recursos e disseminação de práticas

 

desenvolver recursos ou orientações para a educação empreendedora;

 

divulgar recursos e experiências desenvolvidas por educadores e professores;

 

disseminar experiências de educação empreendedoras ligadas a áreas específicas do currículo.

 

*Ao nível da investigação

desenvolver pesquisas sobre abordagens pedagógicas favoráveis à promoção das capacidades empreendedoras e sobre avaliação de impactos de projetos de educação empreendedora.

*Ao nível do desenvolvimento da área da educação empreendedora


aprofundar conceptualmente o conceito de educação empreendedora;

explorar desenvolvimentos deste conceito (por exemplo, na sua ligação com a literacia financeira, a educação do consumidor, etc.);

partilhar experiências a nível nacional e internacional.

 

- Projeto premiado pelo IAPMEI 2016, Prémios Europeus de Promoção Empresarial 2016

https://www.iapmei.pt/NOTICIAS/EEPA-2016-IAPMEI-anuncia-vencedores-nacionais.aspx

http://www.ipvc.pt/ese-projeto-empreendedorismo-criancas-premiado


Projeto considerado exemplo de "boa prática" pela Comissão Europeia

 

Projeto selecionado como Case Study da OCDE

 

https://www.youtube.com/watch?v=_2WEquZ7nWE